Grávida?!

Grávida?!

Prezados irmãos em Cristo, é com alegria que repasso a vocês o meu testemunho. Quando fui trabalhar na Europa de babá, saí do Brasil grávida de sete meses, mas não sabia ainda que estava grávida.

No dia em que meu filho nasceu, eu estava sozinha em casa e desde cedo comecei a sentir muitas dores (contrações); não entendia o porquê de tanta dor, e não tinha ninguém que pudesse me levar para algum hospital, chorava e gritava de dor. Não sabia o que estava acontecendo. Passei o dia todo sentindo dores horríveis. Já era noite quando lembrei então do Terço da Libertação que minha mãe havia me dado antes de viajar. Peguei ele e comecei a rezar o terço; rezei uma, duas, três, quatro vezes, rezei várias vezes seguidas, pedindo para que Deus me libertasse daquela dor. De madrugada pedi que Deus me ajudasse, foi quando entrei no chuveiro, tirei minha roupa e, como se num instinto, me acoquei, coloquei minhas mãos na barriga e comecei a massagear; em poucos minutos dei à luz o grande tesouro da minha vida, meu filho Lucas.

Tenho certeza de que Deus nos iluminou naquele momento, meu filho nasceu prematuro de sete meses, era muito pequeno e as condições do parto não foram das melhores. Mas Deus esteve presente e tudo acabou dando certo. Como ele era prematuro, ficou internado um bom tempo. Passaram-se dias, ligaram-me para comparecer ao hospital; estava apreensiva, pois eles não queriam me passar a informação por telefone. Chegando ao hospital, disseram-me que meu filho havia contraído hepatite B, fiquei desesperada e achava que podia ser culpa minha.

Voltei para casa, peguei meu terço e mais uma vez voltei ao hospital. Peguei meu filho no colo e rezei por várias vezes o terço em cima dele. Dias depois foram feitos outros exames, e o milagre mais uma vez aconteceu: o Lucas estava curado.

Obrigada, meu Deus, por ser esse Pai tão fiel.

Fabiane/Santa Catarina

Copyright 2014 Raboni Editora
Desenvolvido em Wordpress com tecnologia Minha Paróquia