Em coma…

Em coma…

Minha prima Delza deu à luz um menino. Correu tudo bem na cesariana. Após 15 dias do parto, alguma coisa deu errado: do nada minha prima começou a sentir mal, com muita dor de cabeça e, em pouco tempo, ela entrou em coma total. Foi levada às pressas para o hospital, ficando internada vários dias. Os médicos chamaram a família e disseram que não tinha mais nada a ser feito. Deixaram que a trouxesse para casa.

Não tínhamos mais esperança, pois os médicos a haviam desenganado. Eu estava presente em todos os momentos de dor juntamente com a família. Como já conhecia o Terço da Libertação, comecei a rezá-lo. Rezei a noite inteira e pedi a Nossa Senhora que a curasse. Caindo a madrugada, adormeci e sonhei com Nossa Senhora, que dizia: “Não tenha medo. Ela não morre. Vai acordar, só que não se lembrará de ninguém, vai se lembrar aos poucos”.

Tudo aconteceu como ela havia dito: Delza acordou normalmente, não reconheceu ninguém e, com o passar dos dias, foi se lembrando de todos nós. Eu prometi que testemunharia quando ela estivesse totalmente curada.

E as graças não terminam por aqui. Meu vizinho Luciano de 18 anos extraiu um dente e teve hemorragia durante dois dias; ia ao médico, tomava os remédios, só que o problema voltava.

Comecei rezar o Terço da Libertação com muita fé e Luciano ficou curado para honra e glória de Jesus.

Eu continuo rezando e passando para outras pessoas.

Maria/Itaberaba

Copyright 2014 Raboni Editora
Desenvolvido em Wordpress com tecnologia Minha Paróquia