Devia para os agiotas

Devia para os agiotas

Eu andava triste, deprimida, pois havia emprestado algum dinheiro, que não foi pago. Então entrei no limite de empréstimo do banco, todo mês um pouco; chegou um tempo em que eu não recebia mais o meu salário da empresa onde trabalho, pois o banco pegava automaticamente. Com dívidas e mais dívidas, não dormia mais, pedi dinheiro emprestado para agiotas; aí sim tudo piorou, ia trabalhar angustiada, triste, e todos perguntavam o que estava acontecendo comigo, mas simplesmente dizia que estava bem, só um pouco cansada do trabalho, pois fazia hora extra para ver se conseguia sair das dívidas, mas às vezes o dinheiro da hora extra não dava nem para pagar os juros, quanto mais o resto. As correspondências não paravam de chegar, ligações em casa e no meu trabalho, não tinha mais sossego.

Um dia saí do meu trabalho tão arrasada, desci do ônibus chorando, parei na casa da minha mãe antes de ir para casa, até me acalmar um pouco, pois, se chegasse em casa daquele jeito, meu marido ia ficar preocupado comigo; ele já estava tomando remédio para depressão e eu não tinha contado nada a ele, para não deixá-lo mais doente ainda. Tentei resolver tudo sozinha, minha sorte é que ele nunca pedia o meu salário, pois as despesas da casa ele pagava. Às vezes eu fazia a compra do mês, mas ele nunca pediu meu dinheiro. Chegando na casa da minha mãe, ela conversou comigo até me acalmar; ela disse: “Minha filha, eu ganhei um livro de presente, o Terço da Libertação, e vou te emprestar, para você rezar, e eu também vou rezar para você, tenho certeza de que você vai sair dessa. Jesus vai te ajudar”. Fui para casa bem mais calma, levei o livro e comecei a rezar todos os dias; ia pro meu trabalho rezando no caminho. Aí então Jesus fez o milagre: eu estava na empresa fazia quatro anos, os donos resolveram vender a empresa, e os que compraram ficaram com os funcionários; receber todos os meus direitos e ainda fiquei trabalhando.

Dei uma grande parte do dinheiro pro meu marido guardar no banco, pois estávamos com planos de fazer outra casa, porque a que eu morava era muito pequena e nós queríamos ainda ter filhos. Com o restante do dinheiro, consegui pagar o banco; então agora recebo meu salário normalmente e vou pagando os outras contas aos poucos. Só as pessoas que me devem os cheques não me pagaram ainda, mas não tem problema, consegui sair da dívida e espero que eu consiga receber esse dinheiro de volta, pois ainda rezo o Terço da Libertação, e Jesus vai me iluminar, me abençoar muito ainda, tenho certeza disso.

Obrigada, Jesus; agradeço muito a minha mãe por ter me emprestado o livro, hoje tenho um também. Que Deus abençoe a todos.

Sandra/Caxias do Sul

Copyright 2014 Raboni Editora
Desenvolvido em Wordpress com tecnologia Minha Paróquia