Câncer no estômago

Câncer no estômago

Estou escrevendo para dar testemunho de uma grande graça alcançada através do Terço da Libertação. Meu marido foi hospitalizado com fortes dores na região do estômago e com vômitos, então o médico pediu uma endoscopia, que apresentou úlcera gástrica, gastrite e uma lesão no esôfago; ele teve que fazer biópsia, e, para nosso espanto, era um adnocarcinoma (câncer) no estômago. O médico optou por cirurgia, mas meu marido, sem saber da doença, não quis fazer; nós respeitamos a decisão tomada por ele.

Dois anos mais tarde, ele voltou a piorar por causa dos sintomas e decidimos levá-lo num especialista de câncer, que, com suspeitas de que a doença tivesse se espalhado, solicitou tomografia do abdômen e mais raios X do tórax. Então, como eu tinha ganhado de presente da minha nora o livro Terço da Libertação, porém não tinha nunca me apegado a ele, com o sofrimento que estávamos passando, eu e minhas filhas fizemos uma corrente do Terço da Libertação.

Quando veio o resultado dos exames, estava tudo bem, só havia pequenas manchas no fígado; isso fez com que o doutor pedisse uma ressonância magnética, para ter certeza do que era, e nós continuávamos a rezar com muita fé. O exame constatou somente pequenos cistos, nada referente a doença, e novamente ele solicitou uma endoscopia com biópsia, e esta, para nossa surpresa e surpresa do médico, que não acreditava, apresentou só úlcera.

Graças a Deus, hoje ele é uma pessoa totalmente renovada, com o auxílio do Terço da Libertação. Por essa grande bênção e outros milagres alcançados, hoje rezo oito terços por dia; num prazo de um ano, da data de aniversário do meu marido ao ano seguinte, rezarei três terços para a libertação total dessa doença, a fim de que jamais ela se apresente novamente. Minha filha fará a distribuição de dez livros para pessoas que estiverem passando por dificuldades, em agradecimento pela graça alcançada.

Nesse período minha outra filha apresentou uma lesão no útero e teria que passar por uma cirurgia. Passei a rezar também para que Deus tivesse piedade dessa situação; ela tem repetido vários exames, nos quais não consta mais nada, e não foi preciso fazer cirurgia. Essa é outra grande graça alcançada e há tantas outras que tenho alcançado através do Terço da Libertação. Jamais deixarei de rezar, porque é um terço milagroso e abençoado por Deus.

Laurentina/***

Copyright 2014 Raboni Editora
Desenvolvido em Wordpress com tecnologia Minha Paróquia