5 anos desempregada

5 anos desempregada

Estou escrevendo para testemunhar uma grande graça que recebi por meio da oração do Terço da Libertação; já recebi outras, mas esta é especial – é o meu emprego. Trabalhei muito anos em um banco, sempre tive trabalho e salário bom.

Mas há cinco anos perdi meu emprego e de lá para cá nunca mais arrumei um bom emprego, só temporários e com baixo salário, apesar de minha formação superior. Fiz vários concursos, mas não fui chamada para nenhum deles.

Eu estava desesperada, não conseguia nada no mercado de trabalho, todas as portas se fecharam para mim, estava quase em depressão.

Enquanto estava sem trabalho, passei a freqüentar um grupo de oração nas tardes de terça-feira, e foi muito bom para mim: lá aprendi muito sobre como orar, pedir, louvar e acreditar verdadeiramente em Jesus, acreditar que Ele nos ama e nos ouve.

Na porta da igreja, eu já tinha visto o livro Terço da Libertação, mas não conhecia seu conteúdo. Nessa época saiu o edital de um concurso público para o estado de Minas Gerais; eu me inscrevi e fui passar o final de semana na casa de minha mãe; ela me mostrou, então, o livrinho que uma amiga dela havia deixado para ela rezar.

Li todo o livro de uma só vez, fiquei até altas horas lendo os testemunhos. Decidi então que seria através dessa oração que Jesus me libertaria do desemprego. Chegando em casa, comprei um livro para mim, e durante seis meses, todos os dias, eu fazia oração e estudava.

Depois das três etapas do concurso, provas e títulos, saiu o resultado: eu tinha ficado em quinto lugar e só havia quatro vagas. Mesmo assim, não desanimei, continuei fazendo o terço da mesma forma, pedindo todos os dias, todas as horas a Jesus e a Nossa Senhora que me dessem uma daquelas vagas. Eu acreditava que algo iria acontecer e que uma vaga seria minha.

Essa certeza vinha da minha fé. Continuei perseverando na oração do Terço da Libertação. Os primeiros colocados não quiseram assumir suas vagas e, depois de cinco meses, saiu a minha nomeação. Hoje só tenho a agradecer, sou funcionária pública estadual.

A lição que ficou para mim e que quero compartilhar com vocês é que a proclamação do nome de Jesus, tantas vezes como é feita no Terço da Libertação, realmente move a mão de Deus em nosso favor.

Não importa quanto seja difícil ou impossível a graça desejada, ela virá por intercessão de Nossa Senhora e pelo infinito amor de Jesus por nós. Que este testemunho possa encorajar outras pessoas a acreditarem na bondade infinita de Jesus e no imensurável poder da oração.

Por C.D.M (Uberlândia)

Copyright 2014 Raboni Editora
Desenvolvido em Wordpress com tecnologia Minha Paróquia